feed facebook

Pesquisa







PARCEIROS




Certificação Energética de Edifícios

HUSSE

Não se mace, liga à Husse! O seu cão e gato agradecem!

 

Imagine o cenário: fim-de-semana de inverno, chuvoso e frio. Que bem sabe ficar em casa, ao pé da lareira a ler um livro ou a ver um bom filme. De premeio, atira uma olhadela para o seu cão/gato, deitado a seus pés, e sorri.

Por pouco tempo porque a fome do "bicho" vai apertar mesmo agora. A sua comida? Não há! Acabou! E agora? Ter que sair para ir ao hipermercado enfrentar hordas de gente para comprar comida para o cão/gato?

Nunca mais tenha esse problema. Continue a ver o filme ou a ler o livro.

Ligue para a Husse. Eles resolvem-lhe o problema.

 

O que é a Husse? 

A Husse é uma marca de venda directa ao domicílio de alimentos e acessórios

diversos para cães e gatos criada na Suécia. Luís Soares, responsável pela Husse em Portugal, explicou ao franchising.pt que "a sua grande vantagem, reside no facto de que o cliente para obter os melhores produtos do mercado já não tem que se deslocar a lojas especializadas, pagar um preço mais elevado e ainda ter que os transportar até casa". A Husse tem um serviço de venda e entrega 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Conta o responsável que a ideia de franchisar o conceito criado pela Husse

na Suécia surgiu quase ao mesmo tempo que a criação da própria empresa.

"Desde o início que a estratégia de internacionalização da marca assentou no franchising, por ser o processo que melhor se adapta ao modelo de negócio",

referiu.

 

Investimento de 7500 euros e seis meses para reavê-los  

Os requisitos básicos necessários para quem se queira "aventurar" neste negócio e começar a trabalhar por conta própria são "7.500 euros, um local para stock (por exemplo, uma garagem) e capacidade para explorar comercialmente um território que lhe será atribuído em regime de exclusividade", explicou. Relativamente à garagem, ou espaço semelhante para stock, deverá ter um tamanho mínimo de 12 m2.

O investimento total é de 7.500 euros (direitos de entrada), maiscerca de 1.000 euros para o stock. Mensalmente existe apenas um royaltie fixo de 150 euros. A duração do primeiro contrato são três anos renováveis por cinco anos.

E será este um negócio rentável? Pelo tempo em que o franchisado vê o seu investimento ter retorno - "seis meses" - e pelo número de franchisados já existentes em Portugal - "20" - tudo indica que sim. Os responsáveis pela Husse Portugal prevêem que até final de Novembro surjam cinco mais unidades, num total de 25.

Luís Soares calcula que neste momento a Husse tem cerca de 1000 clientes, estimando que até ao fim do ano suba para os 3000. Ainda segundo este responsável a meta para Portugal é estabilizar nos 35 franchisados até ao primeiro trimestre de 2004 e 200.000 clientes até ao final de 2004.

Recentemente a Husse investiu no nosso país meio milhão de euros em novas instalações, passando a dispor assim de uma plataforma logística para apoiar franchisados e clientes.

É um plano ambicioso que prevê ainda mais investimentos sobretudo em marketing, revelou Luís Soares ao franchising.pt: "Neste momento estamos a levar a cabo uma campanha publicitária através da internet, revistas especializadas e "direct marketing" que orça 150.000 euros até ao final do ano", disse.

As instalações foram criadas para serem a plataforma logística e de apoio aos franchisados sendo que a comida continua a ser importada da Suécia.